E apareceu um Brucutu nas ruas de Visconde de Mauá

 

Viajar sempre é gostoso e faz você ver coisas que nem imagina, como este “monstro-buggy” (ou algo parecido). Era final de tarde, eu e minha esposa caminhávamos tranquilamente pelas ruazinhas de Visconde de Mauá (RJ), observando o movimento, vendo a garotada se esbaldar de sorvetes e os adultos apreciando uma cervejinha nos agradáveis barzinhos, quando eis que de repente fomos surpreendidos pelo aparecimento deste veículo saído de um filme de Mad Max, ou algo do gênero.

O Brucutu, como diz uma placa colocada quase sobre a placa oficial, na verdade é um chassi onde foram colocados o básico de um carro, como motor, pneu, transmissão, volante, bancos e… enfeites de todos os tipos. Desde caveiras, bonecos, ventilador, chifres, ferraduras, sirene, machadinha, gaiola de passarinho, telefone antigo, rádio, conta-giros, um monte de fios e até uma chupeta gigante, entre outras maluquices.

 

Olha só, o Brucutu, um veículo estilo Mad Max desfilando pelas ruas de Visconde de Mauá e atraindo turistas

Assim que o motorista parou em frente a um mercado e desligou o barulhento motor, um grupo de turistas, entre eles eu, sacou seus celulares e câmeras para flagrar o aparecimento do Brucutu.

O motorista não se fez de rogado, e já acostumado com este tipo de assédio à sua máquina, apresentou seu Brucutu, respondeu às perguntas dos curiosos, se despediu e acelerou por entre as matas de Visconde de Mauá.

Juro, não foi aparição.

 

Repare no painel e nos equipamentos do Brucutu: rádio, conta-giros, machadinha, telefone antigo…

 

Por Jorge Massarolo